18/07/2017

Vampiros em Londres: Lenda viva


Gina tentou se levantar, mas loura pisou fortemente em seus braço com tanta força, que quebrou em dois lugar, junto com o som do estalou da fratura feio as ofensas. 

- Vou a arrancar seu coração sua cadela desgraçada. - Disse ela.

Enquanto isso o homem se levanta-se, passando a mão pelo corpo se limpando, sua visão estava meio turva quando viu um outra mulher pisando em cima do braço de Gina. Ele passou a mão nos olhou e pode enxergar melhor, ele sabia muito bem que era a mulher, era sua irmã Dalia. 

Ele pensou alto e as palavras sairão sem perceber. - Já não bastava uma agora duas?
Suas pupilas envermelharam e as veia perto do rostos saltaram, deixando-o ainda mais assustador, as suas irmãs estava algum metros de distância, ele deu o primeiro passo no segundo foi como ver um vulto rápido e certeiro. Chegou por traz da Dalia e abocanhou o pescoço dela por alguns segundos.

Ela se virou irada as marca da mordidas começaram a curar simultaneamente, os dois começaram a lutar se nenhum motivo aparente, ela partiu para cima dele chutando a barriga que fez ele perder o ar por segundo. Enquanto ele se recuperava ela foi até o banco, puxou e laçou contra o chão fazendo ele ficar em pedaço. 

Com pedaço de madeira na mão, ela corou o vento com sua velocidade até chegar em Filipi, ele já esperava com com uma arma com balas de madeira. Quando ela chegou ele engatilhou arma e apontou para ela, seria o tiro perfeito, bem no coração em poucos minutos ela seria um mote de pó. 

Ele só não conta com Gina que agarrou ele pelo cabelo e virou para ela, ela olhou para ele sorriu e debochou. - Para que apressa podemos brincar mais. - Sabe que sou um pouco sádica né. 

Ela ergue o joelho e começo a bater a cabeça fortemente contra o joelho, depois de alguns minutos ele já esta tonto o bastante, já era em tempo pois Dalia veio para cima com pedaço de madeira. Dina jogou Filipi de lado e agarrou a madeira da mão da irmã e enfiou na barriga, fazendo ela sentir um dor considerável, na contente ela golpeou Dalia na cabeça fazendo ela cair no chão com os olhos ainda aberto. 

Dina estava feliz, pelo reencontro caloroso com os irmão, imaginava milhões de coisas na sua cabeça doente e narcista, para fazer os irmãos sofrerem mas seus planos foram por água abaixo. 

De repente o tempo se fechou de uma hora para outra um nevoeiro cumpriu Londres inteira. Por experiência própria Gina sabia que aquilo não era comum era coisa de bruxa, e pela circunstancia ela sabia que a bruxa que fez aquilo era muito poderosa. 

No meio do nevoeiro silhuetas foram se formando três mulheres e um homem, Ela reconhecia aquelas pessoas mas não queria acreditar pois as estória relacionado elas eram tenebrosas. Dalia e felipi se levantaram e ficarão perplexo com Gina. - Eu pensei que fosse só uma lenda. - Exclamou Dalia.

- Pare-se que a lenda ganhou vida - Disse Gina

As quatro pessoas param alguns metros de distância a mulher de preto parecia a líder era astuta. Ela levantou o capuz e seu rosto apareceu era jovem, mas Gina sabia que a origem das história era mais de dois mil anos atrás. Aqueles eram os Caçadores uma família, a mais de dois mil anos foram amaldiçoadas e vagão o mundo caçado predadores vampiros, bruxas, lobisomens, Fadas entre outros seres. 

São poderosos impossível de matá-los, o que diferencia eles dos outros e a imortalidade. A mulher de preto apenas param em frente. Ergue a mão e faz um movimento de repente um forte dor de cabeça toma conta dos três vampiros. 

Ela se aproxima lentamente chegando perto deles. 

- Vampiros, descuidados e cruéis sabia que estou caçado você há um tempo Gina Mallak, Gina range os dentes e olha para ela com olhar de ódio, seus olhos se transformar ela olha debocha de Gina. 

- Vampira, não gaste sua força. 

Ela se afasta e a dor de cabeça passa ela toma impulso junto Filipi para ataca mas antes que pudesse a mulher pronuncio em uma língua antiga algum tipo de feitiço. 

- PARALISITUM MATRATUS. 

De repente eles travaram como pedra, era como se estivesse colados no chão...

CONTINUA....